segunda-feira, 25 de julho de 2011

Nando Cordel




Nome completo: (carece fonte)
Nome artístico: Nando Cordel
Data de nascimento: 13/12/1953
Local: Ipojuca/PE
Gênero: Forró, Frevo e MPB


BIOGRAFIA

Nando Cordel (Ipojuca, 13 de dezembro de 1953) é um cantor, compositor e instrumentista brasileiro.

Tem suas canções gravadas por grandes figuras da música popular brasileira, como Elba Ramalho, que transformou em sucesso sua primeira parceria com Dominguinhos: "De Volta Pro Aconchego".

Sua fama como compositor é bem maior do que como intérprete. Já teve músicas gravadas por Chico Buarque, Zizi Possi, Fagner, Maria Bethânia, Fábio Jr, Martinho da Vila, Fafá de Belém, Ivete Sangalo e outros. Alguns de seus sucessos são Isso Aqui Tá Bom Demais, com Dominguinhos, Hoje é Dia de Folia, interpretada por Xuxa, e Gostoso Demais.

Como intérprete, já lançou cerca de 25 discos e uma coleção de 12 cds dedicados a músicas para meditação e relaxamento. Segundo ele, essas músicas são um encontro com a paz, a serenidade e a meditação. Com títulos que definem muito bem o que se vai ouvir, a coleção para meditação é composta por músicas instrumentais: Doces Canções, Doce Harmonia, Doce Paz, Doce Luz, Doce Natureza, Dedicado às Flores, Dedicado a Vida, Dedicado à Beleza, Dedicado à Voz e Iluminando a Alma.

Preocupado com a paz no mundo, apóia várias campanhas e projetos no Brasil. Com uma canção intitulada A paz do mundo começa em mim, já participou de várias caminhadas pela paz que somadas já juntaram mais de 500 mil pessoas no Nordeste. Nando Cordel nasceu em 13 de dezembro de 1953. É natural de Ipojuca, cidade onde fica o paraíso pernambucano de Porto de Galinhas. Filho de um repentista, Nando é o mais velho de 14 irmãos. Foi registrado como Fernando Manoel Correia. O nome Cordel surgiu a partir de uma brincadeira entre os sobrenomes. Mas também é uma homenagem a um tipo de arte popular.

A chamada literatura de cordel veio da Europa e se instalou rapidamente no nordeste brasileiro. Xote, Forró, Frevo. A riqueza da cultura nordestina está muito bem representada na obra de Nando Cordel. Mas o artista sofre ainda grande influência de outros ritmos, como a salsa e raggae. Versátil, Nando Cordel compõe para diferentes estilos e gerações de intérpretes. Teve a oportunidade de ver suas canções gravadas por grandes ídolos como Chico Buarque, Elba Ramalho e Fagner. Por conta disso, os hits assinados por ele são bem diversificados. Tem os românticos, os dançantes e até os infantis. O primeiro violão, aos 15 anos, foi o pontapé inicial para a carreira artística.

Nando Cordel ganhou o instrumento do pai e aprendeu a tocar sozinho. Com 17 anos, já fazia parte de uma banda de baile. Foi assim que começaram as apresentações profissionais do pernambucano. A música não é a única paixão de Nando Cordel. Como todo brasileiro, o pernambucano é amante de futebol. É fanático pelo “Santa Cruz”, clube com mais de 90 anos de tradição. Em 2006, o “cobra coral” voltou para a primeira divisão e participa agora da Copa do Brasil. É por isso que três vezes por semana Nando encontra os amigos pra jogar. O grupo chama-se Pepinão. Alma de artista, coração de poeta. Com um perfil assim, não é de se admirar que Nando Cordel seja um homem generoso.

Foi da solidariedade e do bolso desse pernambucano que surgiu a Fundação Lar do Amanhã. Fundada há nove anos, a creche atende a 110 crianças entre um e oito anos. 13 funcionários e 20 voluntários oferecem educação e muito carinho aos pequenos. Nando ainda participa de outros projetos sociais, como os shows pela paz, que reúnem milhares de pessoas. Durante o tempo em que participou de bandas de baile, Nando Cordel teve a primeira oportunidade de ampliar horizontes. Excursionou pela Europa mostrando música brasileira. Foi nessa época que sentiu necessidade de criar um estilo próprio e passou a compor. De lá pra cá, assinou centenas de composições e teve mais de 500 músicas gravadas por grandes artistas. Em algumas dessas canções contou com a ajuda de importantes parceiros. Artistas que viraram amigos pra vida inteira,como Dominguinhos.

[ Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre ]




HISTÓRIA / Nando Cordel

Nando Cordel, cantor e compositor conhecido nacional e internacionalmente, tem 25 anos de carreira, 38 CDs lançados. Sendo 12 de coletâneas de músicas instrumentais e 01 de chorinho. Além de um DVD lançado em 2007.

O talento e a versatilidade de Nando conquistaram o Brasil. Suas músicas são gravadas por grandes nomes da música brasileira, como: Maria Bethânia, Elba Ramalho, Fafá de Belém, Ivete Sangalo, Chico Buarque, Zizi Possi, Xuxa, Fagner, Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Martinho da Vila, Chiclete com Banana, Emílio Santiago, Sérgio Reis, Leandro e Leonardo, Amelinha, Netinho, Fábio Junior, entre outros.

Tem mais de 500 músicas gravadas e várias trilhas de novelas (como Tieta, Tropicaliente, Caras e Bocas, Pedra sobre Pedra, Sexo dos Anjos, Roque Santeiro, A Indomada), jingles e trilhas de filmes (como Xuxa e os Duendes).

Lançamento

Nando Cordel possui 25 CDs de MPB gravados e lançados com os seus maiores sucessos.

Depois de passar cinco anos sem lançar disco no Brasil, Nando Cordel lança o CD “Tudo de Bom”, que chega ao mercado no momento certo com várias canções inéditas.

[ Fonte: www.nandocordel.com.br ]


TEXTOS / Sobre a Paz


"Colabore Com a Paz"
Autor: Nando Cordel

Faça um Projeto de Paz, faça seu grupo;

- Plante uma semana de Paz no seu coração, exercite a Paz interior;
- Faça Paz no lar, no trabalho, na escola, sempre.
- Estude os pacifistas (Gandhi, Luther King, Madre Tereza de Calcutá, Chico Xavier, Dom Hélder, Irmã,        Dulce, Jesus...);
- Evite discussões e conflitos;
- Se alguém lhe agredir, pare trinta segundos e responda na Paz;
- Ter Paz é ser solidário e tolerante, não discriminar e promover o bem social a todos;
- A violência é a grande doença da humanidade. A paz o remédio.
- O homem violento tem covardia e medo, o homem de Paz tem ternura e compaixão;
- A paz encanta, acalma e tem vida. A violência tem dor, depressão e morte.
- Na violência o homem se algema, na Paz o homem se liberta.

Há muito tempo as pessoas só se agridem, brigam e fazem guerra.
Até quando vamos insistir nesse caminho?
Será que não está na hora de dar oportunidade à Paz?
O que você está fazendo para melhorar o mundo?

"Doce Paz"
Autor: Nando Cordel

Quando a mágoa em toda plenitude me atacar
E eu tentar dominá-la com o coração cheio de brandura,
Terei Paz.
Quando a ingratidão acercar-se de mim atiçando revolta
E eu parar um pouco, compreender e combatê-la com ternura,
Terei Paz.
Quando a inveja e o sofrimento baterem na janela da minha vida
e eu não mais escutar,
Com certeza terei Paz.
Quando o orgulho e o egoísmo insistirem em me acompanhar
e eu tiver escolhido o amor como companheiro,
Terei imensa Paz.
A doce Paz é uma estrada de renúncia e persistência,
dependendo unicamente do viajante a sua conquista
Então...
Quando serei um homem de paz?
Por certo...
Quando eu me vencer.

[ Fonte: nandocordeloficial.blogspot.com ]

[ Editado por Pedro Jorge ]


CONTATOS

Telefone: (81) 3361.5363
E-mail: aconchego@nandocordel.com.br
Site: www.pensarideias.com.br




SAIBA MAIS

Site oficial - www.nandocordel.com.br
Blog oficial - nandocordeloficial.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário